05/06/08

Recordando a velha Beira - O Clube Chines



O Clube Chines é hoje sede do ARPAC

video



O Clube ChinêsEm Outubro de 1922, realizou-se uma assembleia geral da colónia chinesa da cidade que decidiu a criação de um Grémio para ser reconhecido pela Companhia de Moçambique e pela administração colonial portuguesa. Na reunião foram discutidos e aprovados os estatutos da colectividade que passou a designar-se Associação de Beneficência "A Oriental". A primeira direcção ficou constituída por Chen Hen Chin Pim, presidente, Eruil Shung Chin, secretário, e Ng Deep, também secretário. A 5 de Dezembro do mesmo ano os associados Ah Quin, Man Min, Hoo Yuen e Chin Hon requereram à Secretaria Geral da Colónia a aprovação dos referidos estatutos.
Pouco tempo depois, mas já em 1923, a Companhia de Moçambique, em concordância com as autoridades portuguesas, autorizou a legalização da associação na cidade da Beira. Os principais objectivos da agremiação resumiam-se a prestar assistência moral e material aos associados e a outros
chineses em situação difícil e promover eventos sociais, culturais e festivos.
O edifício do Grémio ficou concluído em 1923. Era então um dos prédios mais altos da cidade erguidos em alvenaria e passou a ser conhecido nos meios coloniais por Clube Chinês.
Fonte: Eduardo Medeiros, O Clube Chinês da Beira (Moçambique). Revista Macau, IIª Série, n.º 73, Maio, 1998:26-33.

Sem comentários: